00:00:00
06 Jun

Ministério da Saúde: País tem 127 mil casos à espera de testes

Testes para coronavírus

O secretário de vigilância do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, afirmou nesta quinta-feira, 9, que o País tem registros de 127 mil casos que esperam exames para averiguar possível contaminação pelo novo coronavírus. Apesar do volume, segundo ele, há disponibilidade suficiente de testes para esta e para a próxima semana.

São pacientes com quadro de síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Entre eles, podem haver contaminados pelo vírus da covid-19 ou por outros vírus respiratórios.

“Estamos nesta semana distribuindo 320 mil testes. Temos 127 mil casos registrados no nosso sistema para realizar a investigação laboratorial. Então, para esta semana e para a próxima, temos uma folga importante”, afirmou.

Ao todo, até o dia 7 de abril, foram realizados 153.961 testes em pacientes com SRAG para identificar tanto covid-19 quanto influenza e outros vírus respiratórios. Desse total, 62.985 foram específicos para covid-19, com 13,7 mil resultados positivos, segundo dados do Ministério da Saúde.

A previsão da pasta é a de que o Brasil alcance 100 mil casos confirmados de covid-19 nas próximas duas semanas. Os dados atualizados até esta quinta mostram 17.857 pessoas infectadas e 941 mortes.

A ordem do ministério é para que sejam submetidos a testes apenas pessoas internadas com SRAG ou que estão nas chamadas unidades sentinelas da rede de saúde.

“É fundamental que esses recursos sejam bem administrados pelas secretarias estaduais. Não é para testar casos de SRAG que não sejam internados ou não sejam por meio da vigilância sentinela. Se acabar o teste, não temos como suprir imediatamente”, disse o secretário.

Esse critério de aplicação de testes é a explicação do ministério para os 5,3% de taxa de letalidade do novo vírus no Brasil. Como apenas os casos mais graves são submetidos à investigação mais detalhada, a tendência é que taxa seja superior a de países que ampliam os exames para pacientes com sintomas leves.

“Com esse critério, a tendência é que a letalidade continue nesse patamar de 4% ou 5%. É o comportamento de quase todos os países que têm essa maneira de fazer testagem. Naqueles que testam em massa, também os casos leves, claro que a letalidade têm tendência a cair”, afirmou João Gabbardo, secretário-executivo do ministério.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.

The post Ministério da Saúde: País tem 127 mil casos à espera de testes appeared first on InfoMoney.

You may be interested

Anfavea projeta queda de 40% na produção automotiva em 2020
Brasil
Brasil

Anfavea projeta queda de 40% na produção automotiva em 2020

Fabio Alencar - 06/06/2020

Os fabricantes de veículos instalados no Brasil projetam uma queda de 40% em 2020.As vendas, inicialmente superiores a três milhões de unidades, despencaram para 1,6 milhão em…

Setor imobiliário quer reabertura de estandes para venda de unidades
Brasil
Brasil

Setor imobiliário quer reabertura de estandes para venda de unidades

Fabio Alencar - 06/06/2020

O setor imobiliário quer reabertura de estandes, para a retomada das vendas após retorno gradual de parte das atividades econômicas em diversos estados do Brasil. Após um…

Recife tem manifestações em memória de Miguel; protestos pedem justiça
Brasil
Brasil

Recife tem manifestações em memória de Miguel; protestos pedem justiça

Fabio Alencar - 06/06/2020

Manifestantes foram às ruas de Recife na sexta-feira (5) pedindo justiça pela morte do menino Miguel Otávio da Silva, de 5 anos. O garoto caiu do 9º…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Most from this category